O Que Não Fazer Na NR 6

O Que Não Fazer Na NR 6

O Brasil é um dos campeões em acidente de trabalho no mundo. Dados do Ministério do Trabalho e Previdência revelam, que entre 2012 e 2016, mais de 3,5 milhões de casos foram apurados e desses, 13,3 mortes. Em quarto lugar dos países com mais incidentes desse tipo, só perde para Indonésia, índia e China.

Os números assustam e mostram que muito descaso e negligência tanto das empresas como dos empregados, acabam causando situações que muitas vezes se tornam fatais. A NR 6, é a norma regulamentadora que estabelece as regras para haver mais segurança durante o trabalho. O que não fazer na NR 6 e garantir a proteção total para você e seus colegas.

Descumprir A NR 6

Como qualquer norma reguladora, a NR 6 é fundamental para determinar como os trabalhadores podem exercer suas atividades com mais segurança e sem sustos ou preocupações que possam se tornar fatais.

O descumprimento das Normas Regulamentadoras número 6, podem se tornar um hábito muito perigoso e é obrigação da empresa fornecer os equipamentos e fazer o treinamento e garantir que o empregado esteja usando e da maneira correta cada equipamento necessário.

Usar Equipamentos De Péssima Qualidade

 

Muitas empresas para diminuir seus custos, acabam aproveitando o equipamento de outros empregados ou nunca renovam esses equipamentos, deixando que com o tempo e uso, o EPI se torne cada vez mais perigoso para o trabalhador.

É fundamental que a empresa forneça sempre equipamentos novos e em perfeito estado e todas as vezes que for necessário o reparo ou a compra de novos, que ela seja feita e cobrada pelo trabalhador.

Além disso, as empresas devem ter um fornecedor sério e que ofereça apenas equipamentos de excelente qualidade, pois materiais que tenham qualidade duvidosa, podem ser muito mais arriscados do que equipamentos antigos, mas que ainda desempenhem sua função.

Usar Equipamentos Não Fornecidos Pela Empresa

Em outros casos, muitos profissionais se utilizam de produtos e equipamentos próprios e ignoram os equipamentos fornecidos pela empresa por vários motivos, seja por que estão acostumados com seus próprios materiais ou por que não confiam no que a empresa fornece.

Mas segundo a NR 6, as empresas só podem começar uma atividade, se seus empregados estiverem usando os equipamentos cedidos por ela obrigatoriamente, além disso, os profissionais que trabalham devem usá-lo, independente de terem equipamentos próprios. Isso além de uma regra que deve ser cumprida, ainda padroniza os trabalhadores de uma empresa e garantem os direitos e deveres de ambos.

Ter Excesso De Confiança

 

Um problema que assola, principalmente os mais experientes, é o excesso de confiança, uma atitude que pode trazer sérios riscos para um profissional e para a empresa. Muitos profissionais que por exercerem uma atividade por muito tempo, podem crer que não precisem de equipamentos pois conhecem bem seu trabalho.

Aí é que mora o perigo! O excesso de confiança faz com que ignoremos os reais perigos e pode nos colocar em situações de alta gravidade e até a morte. O uso de EPI é sempre primordial e independente da experiência, é sempre bom ter um pouco de medo e manter a cautela e cuidados necessários.

Conheça E Exerça A NR 6 Em Seu Trabalho

A NR 6 é uma norma importantíssima para muitos mercados, em especial da construção civil, onde o uso de equipamentos de proteção, podem garantir a vida e saúde de muitos profissionais.

Além disso, a NR 6 estabelece regras para empresas e garante ao trabalhador a segurança de ter seus direitos respeitados. Aprenda curso online de NR 6 e conheça mais os direitos e deveres que empregados e empresas devem ter para exercer suas atividades com segurança.